O Ragazzo oferece o seu almoço italiano de segunda a segunda, desde 1991, com a abertura da primeira loja, em São Caetano do Sul, estado de São Paulo. Fundado por Alberto Saraiva, o Ragazzo traz em seu conceito, algumas idéias e experiências de sucesso do Habib’s, empresa do mesmo grupo.

Antes de tudo, o Ragazzo aplica o conceito de oferecer refeições e produtos de qualidade, pelo menor preço possível, com rapidez e atenção. Essa receita de sucesso, porém, tem um molho especial: a tradição italiana de uma boa refeição.

A arquitetura dos restaurantes garante um ambiente aconchegante e com decoração moderna. As lojas são abastecidas por uma central de produção e contam, ainda, com a mesma estrutura verticalizada do Habib´s.

No Ragazzo as portas estão sempre abertas, como numa casa italiana, para receber os amigos como você e fazer da sua refeição uma festa de sabores, num clima caloroso, saudável e alegre.

Sempre que você entra em uma loja Ragazzo ou faz o seu pedido pelo Delivery, é como se você estivesse participando de uma festa gastronômica, que acontece todos os dias, com a tradição italiana e com o toque especial de rapidez e bons preços. Salute!

Conheça a trajetória da rede Ragazzo:

1991 - O Ragazzo inaugura sua primeira loja, situada em São Caetano do Sul, Grande São Paulo. Com a abertura dessa unidade, a marca torna-se uma das pioneiras em fast-food de comida italiana.

2006 - Depois de 15 anos de sucesso, junto ao consumidor do ABC e já com uma estratégia de expansão definida, o Ragazzo moderniza sua loja de São Caetano do Sul e abre novas unidades. Em março foi inaugurado o Ragazzo Morumbi. Dois meses depois, foi a vez da loja Alameda Santos nos Jardins, ambas em São Paulo. Nesse mesmo ano, a empresa inicia sua operação como marca franqueada.

2007 - O Ragazzo coloca em funcionamento sua Central de Produção de 7 mil m² em Itapevi, na Grande São Paulo. Nesse ano, foram inauguradas as lojas no bairro do Ipiranga e na avenida Faria Lima. Nos shoppings, foram abertas lojas no Shopping Metrô Boulevard Tatuapé e Interlagos. No mesmo período, o interior de São Paulo também ganhou unidades nas cidades de Sorocaba e São José do Rio Preto.